HEARTHSTONEConceitos fundamentais do Hearthstone: Midrange

Cooruja 6 de março de 2016

meditacao-hearthstone

Bem vindos à quarta parte da série de artigos sobre os arquétipos do Hearthstone aplicados ao metagame atual, para dar uma força aos jogadores iniciantes que estão se adaptando às mecânicas do jogo. Esse artigo foi escrito pelo Fanorootbeer e fala sobre o arquétipo de um dos decks mais fortes do meta atual: Midrange. Boa leitura a todos!

Introduçãodruida night elf

“Fácil de jogar, difícil de dominar” sempre foi um slogan não oficial do Hearthstone. É fácil começar a jogar, com certeza, mas leva pelo menos alguns meses jogando para entender as regras e interações completamente. Um dos aspectos mais significantes do Hearthstone é o meta, algo que jogadores novos têm muita dificuldade, já que têm conhecimento limitado da ampla variedade de decks, estilos de jogo e cartas.

Com isso em mente, trago a vocês um resumo dos quatro estilos de jogo diferentes no Hearthstone, cada qual separado em um artigo diferente que fala sobre os principais decks dentro de cada estilo atualmente. Já que novos jogadores são muitas vezes atirados à cova do leão que é a ladder competitiva do Hearthstone, essa pode ser uma ótima ferramenta para novos jogadores que estão tentando entender o básico do meta. Além de explicar o meta, esses artigos podem ajudar novos jogadores a descobrir com qual estilo preferem jogar e mostrar alguns decks de cada estilo para testar. Nesse artigo vamos começar nossa análise dos estilos de jogo dando uma olhada no Midrange.

Apropriadamente intitulados, os decks Midrange são um meio termo entre Aggro e Controle. Eles sacrificam algumas remoções do early game e burst do late game em troca de remoções de lacaios mais fortes e uma curva mais equilibrada. Apesar de os decks Midranges estarem bem longe da dominância no late game do Controle, eles são capazes de guardar poder e vencer no late game. Esses decks também são menos agressivos. Se o ditado do Aggro é “face is the place”, o ditado do Midrange é “the board is the place.” Os decks Midrange têm um interesse muito grande em matar o oponente, mas também têm como objetivo manter a mesa a seu favor. Então se você gosta de partes do Aggro e do Controle, o Midrange é provavelmente o estilo para você.

triangulo-hs

Triângulo do Poder do Hearthstone (por John “Nocturne” Brenan)

 

Os decks Midrange são bem flexíveis e difíceis de prever, o que já é um ameaça por si só. Muitos também têm acesso a finalizadores poderosos que decks Aggro padrão não podem se dar ao luxo de usar devido a suas curvas baixas, o que os fazem serem fortes contra decks Controle e Combo no late game. Pelos decks Midrange serem um meio termo entre Aggro e Controle, alguns decks Midrange são mais parecidos com Aggro, e alguns são mais parecidos com Controle. Isso cria uma grande variação na forma do quão verdadeiro o triângulo do poder pode ser, dependendo de como é seu deck Midrange. Essa é a principal razão pela qual existem tantos decks Midrange diferentes sendo usados.arvore 2

Decks Midrange Comuns

Druida Midrange
Caçador Midrange
Mech Mage
Tempo Mage
Paladino Midrange
Secret Paladin
Dragon Priest
Raptor Rogue
Zoolock

Qual deck você mais gosta vai da preferência pessoal, mas a maioria tem ingredientes relativamente parecidos: uma mistura de sinergia entre lacaios e snowball, dano de burst e o combo ocasional. Para resumir as coisas, vamos fazer uma breve análise de cada um, seguido de uma análise mais a fundo do Tempo Mage, Secret Paladin e Druida Midrange.

hunter

Caçador Midrange

O Caçador Midrange é basicamente o Face Hunter disfarçado. Diferentemente do Face Hunter, sua prioridade é o controle de mesa nos primeiros turnos, mas assim que tiver o controle da mesa, o Caçador Midrange troca para o modo agressivo. Além disso, há muito mais opções em termos de quais segredos um Caçador Midrange usa, o que pode confundir seu oponente, forçando-o a jogar como se fosse qualquer segredo do Caçador. Os feitiços de remoção do Caçador se encaixam perfeitamente nessa build midrange agressiva, já que podem ser usadas como remoção ou como dano direto para finalizar a partida. A principal diferença entre o Face Hunter e o Caçador Midrange é que esse deck tem lacaios de late game como Repugnaz, Dr. Cabum e Jubalta da Savana.

mago

Mech Mage

O Mech Mage, ou Mago Mecanoide, é um deck Midrange focado em lacaios com uma curva maior se comparado ao Aggro. A curva de mana foca nos turnos 3 a 5 ao invés dos drops 1 e 2. Os gritos de guerra e efeitos dos Mecanoides são o que faz esse deck ser incrivelmente poderoso. Com uma formação repleta de Mecanoides, é um desafio não ativar a sinergia entre lacaios poderosos como Mago Explosivo Goblin, Gorila-robô A-3 e [Mecano-translador]. No late game suas Peças Sobressalentes alimentam o efeito do Arquimago Antônidas para ajudar no burst do late game.
paladino

Paladino Midrange

O Paladino Midrange tem um estilo de jogo flexível que pode usar o Escudo Divino do Minirrobô Blindado e o Engrenomalho para lidar com os decks agressivos. O deck também contém uma boa quantia de cartas com cura como Impor as Mãos, Robô de Cura Vintage e Defensora Veraprateada para sobrevivência. O Paladino Midrange é criado mais para terminar a partida no late game com poderosos lacaios com mais de 6 de mana como Justicar Veras, Dr. Cabum e Tirion Fordring. O Paladino Midrange é um deck Midrange que não apenas se preocupa com o controle de mesa, ele é obcecado pelo controle de mesa.

priest

Dragon Priest

O Dragon Priest é um deck repleto de sinergia. A classe do Sacerdote contém vários buffs como Escolhido de Velen e Palavra de Poder: Escudo. Essas cartas de buff podem ser extremamente efetivas com os Dragões que também têm sua vida ou ataque aumentados quando entram em sinergia com outros dragões na mesa ou na sua mão. O poder heroico do Sacerdote (Cura Inferior) é um grande motivo pelo qual esse deck faz tanto sucesso, já que ajuda a manter seus lacaios vivos para fazer trocas eficientes com outros lacaios. A Nova Sagrada e a [Palavra de Dor: Morte] também ajudam na sobrevivência desse deck como remoções poderosas.
ladino

Raptor Rogue

Esse é um deck criado em torno do Último Suspiro dos lacaios para criar uma sinergia poderosa com o Raptor Desenterrado para copiar esses efeitos poderosos. O deck, como a maioria dos outros decks Midrange, tem como objetivo manter o controle da mesa, e isso é realizado usando as cartas baratas de remoção do Ladino como Punhalada pelas Costas e Ferro Negro Bisbilhoteiro. Apesar de esse deck não conter o potencial de burst dos outros decks de Ladino, o Eviscerar é um feitiço muito forte. Ameaças do late game como Sylvana Correventos e Velho Retalhador do Sneed também são comuns e faz um Raptor Desenterrado jogado no late game valer a pena.

bruxo

Zoolock

Se estiver procurando por um deck agressivo porém forte no controle de mesa, o Zoolock é para você. Esse deck tem a habilidade de ser construído para ser Aggro trocando algumas cartas de late game por cartas de early game. O objetivo desse deck é abaixar a vida do seu oponente encher a mesa e mantendo o controle da mesma. Os lacaios de early game viram ferramentas eficientes de troca usando buffs do Poder Esmagador ou do Sargento Abusivo para fazer trocas eficientes. O poder heroico Conversão de Vida permite que você encher sua mão novamente durante a partida. O deck também se aproveita da sinergia entre demônios como Demonarca, Arauto do Caos e [Mal’Ganis].

Para examinar as coisas mais atentamente, existem dois estilos de jogabilidade Midrange: focado em lacaios e a focado em burst. Isso depende de como os decks planejam terminar as partidas, mas também descreve a estratégia que leva até os últimos turnos. Os decks Midrange focados em lacaios usam ameaças poderosas do late game para fechar a partida, e querem estar à frente na mesa quando os turnos 7, 8 e 9 chegam para que suas ameaças tenham uma chance de sobrevivência alta. Enquanto isso, os decks focados em burst param de focar um pouco na mesa nos últimos estágios da partida e começam a jogar de forma mais agressiva. Bater na cara com alguns lacaios pode ser necessário para levar os oponentes ao alcance dos feitiço que você esteve guardando.

paladino

Secret Paladin

Apesar de a lista parecer estranha por um terço do deck ser compost de segredos, esse é um dos decks mais poderosos na ladder atualmente. O Secret Paladin é o deck Midrange focado em lacaios mais notório, em grande parte pela força de seu finalizador: o Desafiante Misterioso. O Secret Paladin era originalmente baseado no Paladino Aggro, o que é evidente na abundância da lacaios baratos. Eles trabalham bem com os segredos puxados pelo Desafiante Misterioso – tanto que pode criar uma situação que seu oponente não possa vencer, especialmente se você tiver alguns lacaios na mesa. Ter vários alvos para o Vingar e Espírito Competitivo pode ser devastador, já que o poder se difunda, dificultando para que seu oponente consiga lidar com sua mesa. Mesmo depois do Desafiante Misterioso ser jogado, o Secret Paladin tem acesso ao Dr. Cabum e ao Tirion Fordring, duas das lendárias mais ameaçadoras do Hearthstone.

mago

Tempo Mage

O Tempo Mage é um deck Midrange interessante, já que não depende de lacaios para trocar e manter o controle de mesa. Esse é um deck focado em burst com o Ardilante, Aprendiz de Feiticeiro e a Moreia de Mana para transformar o dano dos feitiços em presença de mesa. Durante o Midgame, o Tempo Mage usa mecânicas de compra de carta na forma do Draco Lazúli, Intelecto Arcano e Conjurador Etéreo para manter sua mão cheia. Os principais feitiços que podem ser usados como remoção ou dano de burst para o letal são a Seta de Gelo e a Bola de Fogo. No late game a sinergia com feitiços fica ainda mais forte com o Arquimago Antônidas para ajudar a encher sua mão com mais Bolas de Fogo para finalizar a partida.

Como todos os decks Midrange, o Tempo Mage tem muitos lacaios poderosos. O deck pode acabar com os adversários sem gastar muitos recursos, o que faz do dano de burst um finalizador muito mais confiável. Segurar a mesa e dar dano nos inimigos com os lacaios permite que você guarde feitiços, e o Tempo Mage em particular tem muitos feitiços para serem guardados.

druida

Druida Midrange

O Druida Midrange pode ser bem flexível se você quiser jogar mais com um estilo Controle ou tomar a iniciativa e pressionar desde o início da partida. O Avivar, Aspirante de Darnassus e Crescimento Silvestre são usados para jogar lacaios drop 4-7 antes da hora, trapaceando na curva de mana de uma forma que nenhuma outra classe pode. Por causa desses recursos, o Druida Midrange é um dos melhores decks Midrange do jogo, porque pode jogar ameaças do late game incrivelmente rápido. O Druida Midrange também tem boas cartas de remoção como Patada e cartas de utilidade como Raízes Vivas, Ira e Guardião do Bosque.

O objetivo do Druida Midrange é usar suas cartas com efeitos na mana para colocar lacaios grandes e assumir uma postura agressiva o mais cedo que puder. A principal condição de vitória está no combo da Força da Natureza com o Rugido Selvagem, que dá 14 de dano sozinho. Então, antes de jogr o combo, você deve abaixar a vida do seu oponente até que esteja no alcance do letal e acabar com a partida.

Se quiser saber mais sobre o Druida Midrange, confira esse artigo incrível.

A temática que conecta o Midrange reside em enfraquecer o oponente a um ponto de que eles fiquem suscetíveis às suas cartas mais poderosas, sejam elas lacaios de alto custo ou feitiços de finalização. Esses decks procuram esgotar as respostas dos jogadores Controle e se dar melhor nas trocas contra os jogadores Aggro. No entanto, o principal aspecto da jogabilidade Midrange é saber onde você está, e consequentemente, quão longe você pode ir na agressividade. Você tem que ficar atento aos seus recursos – vida, cartas e mesa – comparando com os recursos do oponente. Só quando estiver confiante de que está na frente você parte para a vitória. Então, se você gosta da estratégia de ter várias ameaças na mesa, mas gosta de um finalizador inesperado, pode apostar no Midrange.

O Hearthstone é um jogo em primeiro lugar, então nunca devemos nos esquecer do que gostamos e por que gostamos de jogá-lo. Por isso essa série de artigos: um guia amplo do meta e estilos do Hearthstone criado para ajudar jogadores novos a descobrir mais que apenas decks fortes, mais também decks que recorrem a eles desde o nível básico.

Se sempre jogarmos com o deck com maior taxa de vitória, vamos acabar ficando entediados, ou pior, frustrados. Também devemos nos apegar aos favoritos – classes, decks e estilos que simplesmente gostamos de usar. Não vou dizer a ninguém para jogar com um deck fraco ou cheio de chamarizes, mas recomendo que você se preocupe com mais do que apenas ganhar. Felizmente, o Hearthstone tem uma variedade de decks para escolher, e muitos outros estão apenas há uma ou duas cartas da invenção.

 Lauren “FMLaah” Ferreira

Fonte: TempoStorm

  • Julio Gabriel De Lima Silva

    Freeze se classificaria como?

    • guiballa

      control

    • http://marduktv.com.br/ Lucas Marduk Rampinelli

      Combo Control.