HEARTHSTONEQual Tipo de Jogador Você é?

Marduk 24 de janeiro de 2015

triplo heroi 2

Introdução

“Hey, pessoal! Meu nome é Pabzi e estou aqui para ajudá-los a encontrar as classes e estilos de jogo que mais combinam com vocês!

Antes de começarmos, eu gostaria de saber se algum de vocês já passou por esse tipo de situação: seus amigos falam para você jogar com as classes X ou Y e quando você joga, percebe rapidamente que talvez essas classes não combinem com seu estilo de jogo.

O problema não é você ou o Hearthstone, é eles. Eles indiretamente tentam te forçar a jogar com o jeito preferido deles. Precisamos perceber que somos todos únicos e temos uma definição única do que a palavra “diversão” significa. O que é divertido para você pode ser o oposto para outra pessoa.

Para os jogadores mais novos, o Hearthstone pode parecer difícil de entender de primeira, mas na verdade não é! A razão pela qual alguns novatos podem ter dificuldade ao entender o Hearthstone não é porque eles não têm habilidade, mas sim porque não estão jogando com seus pontos fortes. Algumas pessoas podem ser incríveis jogadores de decks agressivos, algumas sabem sempre quais cartas utilizar corretamente jogando com decks controle e talvez algumas saibam como desenvolver monstros enormes com decks mid-range. É mais do que apenas as cartas que você joga; se o interesse dos jogadores não está diretamente ligado ao deck ou estratégia que eles jogam, eles nunca vão dar o 110% que vai garanti-los a vitória.

No final das contas, o Hearthstone ainda é um card game maravilhoso e incomparável que garante muito divertimento. De fato, existem tantas maneiras de você aproveitar esse jogo! No entanto, nada é perfeito e como qualquer outro card game, o problema sempre é descobrir com qual tipo de deck jogar.

Há um total de 9 classes e cerca de 2 a 4 variações de deck (dependendo da classe) para cada classe! Claro, existem cartas-chave que toda classe DEVE incluir, mas o Hearthstone é um jogo onde a diversidade ainda predomina.

Sim, o objetivo é basicamente fazer com que a vida do oponente vá de 30 a 0 para vencer, mas é melhor fazer isso do seu próprio jeito. O jogo é mais agradável quando nossa definição de diversão nos garante aquela doce vitória.

Este artigo está aqui para te ajudar a entender justamente qual tipo de jogador você é. Assim como quais classes foram criadas apenas para você.

Os Estilos de Jogabilidade “Triforce”

aggro 2

Classes preferidas: Mago/ Caçador / Ladino / Sacerdote / Bruxo

Informação Geral

O estilo de jogo aggro ou agressivo é de longe o mais popular. É popular por sua essência de ser fácil de aprender a usar. O deck também é bem fácil de ser criado, pois requer uma baixa quantia de Pó Arcano. Esse estilo de jogo em especial é conhecido por ajudar os jogadores a chegarem ao Lenda. O aggro tem poucos problemas com alguns confrontos e podem (contrariar/combater) outros confrontos. O impulso é uma característica chave, porque sem ele o deck simplesmente desmorona. Costuma ser conhecido como um deck onde ou você ganha ou você perde, porque ou você vence com rapidez ou não vence de modo algum.

Decks agressivos são fortes. Decks agressivos são rápidos. É uma tipologia baseada na velocidade. O jogador geralmente consegue ganhar a partida em torno dos turnos 5 e 7 (pode durar mais se seu oponente tiver invocado uma criatura com provocar). O objetivo é dar dano constantemente no seu oponente antes que ele consiga as cartas necessárias para acabar com sua mesa
inteira e virar o jogo. No entanto, digamos que isso aconteça, e sua mesa seja dizimada: seu oponente pode ter apenas atrasado o jogo ao invés de vencê-lo. Viu só? Esse deck tem sua própria rede de segurança. O deck utiliza criaturas como Rastejante Assombrado e Ovo Nerubiano. Rastejante Assombrado e Ovo Nerubiano são criaturas que invocam outras criaturas quando são destruídas. Isso cria uma grande tensão para seu oponente, já que eles devem trocar algumas de suas criaturas antes de usarem seus feitiços de dano em área.

CoveiroAs criaturas que são usadas costumam ser pequenas. A ideia é pressionar seu oponente com criaturas de custo baixo. O aggro é bastante relacionado com a mecânica de Último Suspiro. Criaturas com Último Suspiro são encontradas em decks agressivos por causa de seus efeitos adicionais. O Coveiro é o garoto propaganda deste estilo de jogo. O sonho é sempre invocar o Coveiro no turno 1 e então (buffá-lo/deixá-lo cada vez mais forte) a níveis extremos. Criaturas com Último Suspiro são também extremamente versáteis. Além de deixarem criaturas como o Coveiro mais fortes, criaturas como o Acumulador de Tesouros podem oferecer recursos extras.

É valido deixar claro que, às vezes, atacar diretamente não é sempre a jogada mais inteligente. É melhor limpar a mesa dos seus oponentes e limitar as opções que eles têm contra você do que ir à cara só pelo dano.

Fraquezas

► A aceleração dos decks agressivos é geralmente parada por ter sua mesa limpa e criaturas com provocar.

► Feitiços de dano em área poderosos como Armadilha Explosiva, Tempestade de Raios, Nevasca, Golpe Flamejante, Fogo do Inferno, Rajada de Lâminas, Nova Sagrada e Consagração podem facilmente destruir suas criaturas.

► Criaturas com provocar como Andarilha do Sol e Arrota-Lodo forçam o aggro a trocar criaturas e prejudicam a posição na mesa de jogadores agressivos.

► Jogos longos. Quanto mais longa a partida, mais fácil fica para seu oponente se recuperar e vencer o jogo.

► Outra possível ameaça é a classe Guerreiro.

► A maioria dos decks de Guerreiro usa o Barão Geddon, uma criatura lendária que causa dois de dano a todos os outros personagens. Ele facilmente elimina a mesa adversária se utilizado corretamente.

► Toda vez que estiver enfrentando um Guerreiro, tente sempre jogar pensando numa provável Briga (se possível).

► Por último, o poder heróico do Guerreiro de acrescentar dois de armadura por turno pode facilmente se somar e atrasar o trabalho do aggro de conseguir matá-lo.

midrange

Classes preferidas: Druída / Caçador / Xamã

Informação Geral

Os decks mid-range (voltados ao meio do jogo) muitas vezes conseguem ficar fora de controle. O objetivo desse estilo de jogo é ter acesso a algumas das criaturas e feitiços mais poderosas de custo médio e alto. Criaturas lendárias como Caerne Casco-Sangrento, Sylvana Correventos, Repugnaz e O Cavaleiro Negro aparecem em todos os decks mid-range e podem melhorar bastante suas chances de vencer. Criaturas de custo alto como Cenarius, Al’Akir, o Senhor do Vento, Ragnaros, o Senhor do Fogo e Ysera aparecem apenas no late game, mas têm o efeito de rapidamente virar jogos ao criar um valor de mesa assim que entram em jogo.

A fim de compreender melhor o mid-range, precisamos primeiramente entender que esses decks são a própria definição da versatilidade.

Eles são, essencialmente, o tipo de deck “pau para toda a obra”. As lendárias neutras só compõem metade da equação do deck mid-range. A outra metade depende do acesso a feitiços específicos de classe e poderes heróicos poderosos do druida, caçador ou xamã. Independentemente da situação, os decks mid-range têm uma grande variedade de opções que podem ajudá-los a voltar ao jogo. Por exemplo, se um jogador conseguir usar um Segredo, Bagata ou até mesmo uma Patada na hora certa, o jogo pode virar instantaneamente.

Nem todos os decks mid-range são os mesmos. Algumas classes têm mais benefícios que as outras. Por exemplo, os Druídas podem facilmente invocar criaturas de custo alto usando Avivar. No entanto, os Druídas ainda são limitados no quesito de dano em área (além da Patada). Os xamãs têm acesso ao dano em área e feitiços de transformação, mas carecem de defesa para o início do jogo. Os caçadores podem usar uma variedade de segredos, armas e feitiços de dano, mas *geralmente* não têm como comprar cartas extras.

O estilo de jogo mid-range não é para todos, no entanto, já que vem com um preço muito alto. Antes de considerar este tipo de estratégia, Ragnarostenha certeza de que se sente pronto para a possibilidade de ter que lidar com a agressividade na mesa no início das partidas. Para compensar essa agressão no início do jogo, o jogador obtém estabilidade incrível durante o meio e o fim do jogo.

Os decks mid-range às vezes podem ser difíceis de serem criados. Isso se deve ao fato de dependerem de criaturas lendárias e feitiços épicos específicos de classe. No entanto, se puder pagar pela poeira, o deck roda que é uma beleza.

Fraquezas

► O mid-range *às vezes* pode ter problemas contra decks aggro por causa de sua incapacidade de combater a agressividade do início das partidas.

► Feitiços de transformação como Bagata e Polimorfia podem transformar suas criaturas poderosas em fracas.

► Se estiver em um jogo de Caçador contra Caçador, o Sinalizador pode virar a partida.

► Armas e feitiços de danos.

► Harrison Jones pode destruir armas importantes como Arco Hastáguia e Martelo da Perdição.

► Decks controladores podem enfraquecer os decks mid-range ao utilizarem feitiços ou criaturas que destruam, silenciem ou transformem suas criaturas em estados mais fracos.

► Decks controladores irão parar o jogo até comprarem seu combo e vencer o jogo antes de você.

controle 2

Classes preferidas: Mago / Sacerdote / Paladino / Guerreiro / Bruxo

Informação Geral

Decks (controladores/control/controle) são feitos para durarem. Quando estiver usando um deck controle o jogador precisa sempre jogar de modo inteligente e paciente. O late game é um amigo dos decks controle. O estilo de jogo controlador gira em torno de manter a mesa sob controle. O controle tem acesso a feitiços paralisantes poderosos, a habilidade de comprar cartas extras e opções adicionais para durar mais que seu oponente.
Dos três estilos de jogo, o controle é definitivamente o mais lento. Não é necessariamente o pior dos três, mas exige mais tempo para pensar para ser usado de forma otimizada. Se o jogador controle não puder durar mais que seu oponente ou não fizer boas trocas, o jogo pode muito bem acabar em um instante.
Lorde Jaraxxus douradoCada classe tem seu próprio modo de “controlar”. Alguns decks controle são mais agressivos que outros. Outros decks controle contam com paralisar a partida. A condição de vitória varia de classe para classe. Por exemplo, Bruxos e Guerreiros dependem de criar uma mesa quase imbatível de criaturas. As criaturas podem variar de Grommash Grito Infernal, Gigante da Montanha + Gigante Derretido para Lorde Jaraxxus. Ambas as classes também têm acesso a uma grande variedade de feitiços que se destacam em destruir lacaios e dar dano.

O Mago controle é um deck baseado em parar o jogo e esperar até o turno 9 ou 10 para poder usar o comboAlexstrasza dourado
de invocar o Alexstrasza e dar 15 de dano em feitiços. Esse combo é realmente mortal por dar ao mago a condição de vitória já no próximo turno. Magos têm acesso a segredos defensivos como Bloco de Gelo e Barreira de Gelo. O Bloco de Gelo é essencial para um mago controle, já que dá duas vidas extras a ele. A Barreira de Gelo só estende a quantia de dano que o mago pode levar antes de entrar no alcance do letal. Um bom mago controle precisará aprender a usar todos os seus recursos sabiamente. Antes de usar qualquer feitiço, um mago controle deverá procurar por cada oportunidade. Por exemplo, os magos vão querer usar a Nevasca só quando a mesa de seu oponente estiver quase cheia. Lembre que um mago não pode usar um de seus feitiços sem pensar em outra estratégia defensiva para seu próximo turno. No entanto, esse não é sempre o caso, já que às vezes a melhor jogada é não ficar na defensiva. Um mago pode decidir por guardar seus feitiços que paralisam o jogo, levar dano na cara e usar cartas que geram criaturas e feitiços no lugar.

IgualdadePaladinos controle contam com cartas poderosas de “paralisação” como Pacificador Aldor, que faz com que criaturas de ataque elevado fiquem com 1 de ataque ou Igualdade, um feitiço que muda a vida de todas as criaturas na mesa para 1. Paladinos controle também podem usufruir do combo “Igualdade + Consagração”, que limpa a mesa do inimigo completamente. Paladinos têm acesso direto a feitiços de cura, assim como várias formas de comprar cartas extras. Com a combinação do poder de armas, manipulação de criaturas e criaturas com provocar poderosas, um paladino controle pode ou caminhar lentamente para a vitória ou ir para a ofensiva e vencer partidas em tempo recorde.

Controle mentalSacerdotes controle têm acesso a um dos poderes heróicos mais poderosos e versáteis do jogo: a cura. A cura
é uma ferramenta essencial que aumenta as chances do jogador de manter a vantagem em uma mesa de criaturas. Os sacerdotes controle podem optar por comprar cartas extras com a Clériga da Vila Norte, destruir lacaios com feitiços e como se não bastasse tudo isso, os sacerdotes controle podem sempre usar as cartas de seus oponentes contra eles mesmos.
Por último, vale a pena mencionar que os decks controle são de longe os mais caros no jogo. Do que mais requer pó arcano para o mais barato, a ordem vai do controle para o mid-range para o agressivo. A quantidade de investimento que um jogador pode ter que fazer antes de construir um deck controle pode ser bastante problemática. Por outro lado, se um jogador conseguir criá-lo, ele vai ter acesso a uma enorme quantidade de criaturas e feitiços poderosos.

Fraquezas

► Magos controle são gravemente prejudicados por Sinalizador.

► Guerreiro controle combate mago controle. Esse confronto é horrível.

► Não comprar feitiços defensivos durante o início do jogo.

► Ter uma mão grande que consiste de feitiços de compra de carta.

► Ser a vítima de um Repugnaz jogado na hora certa.

► Usar muitos recursos antes do late game.

► Sacerdotes têm dificuldade contra criaturas de 4 de ataque. (Porque esse valor contorna a Palavra Sombria: Dor e Palavra Sombria: Morte)

► Decks controle podem ter dificuldade contra classes One Turn Kill (que acabam com o jogo em um só turno) como Ladino ou Mago. Porque contra essas classes, quanto mais longas as partidas são, mais chances o ladino ou mago têm de comprar o combo antes de você e ganhar.

 Conclusão

Ganhando ou perdendo, tente sempre se lembrar que nenhuma pessoa é limitada a apenas um estilo de jogo. Para melhorar suas chances de vencer, tente jogar com todos os três estilos de jogo. Um pouco de conhecimento pode ir longe, especialmente quando puder ajudá-lo a vencer o jogo. Tendo conhecimento das cartas e estratégia do oponente, você pode facilmente se basear em quais ameaças o deck pode conter. Além disso, sempre que estiver jogando, tente se imaginar como seu oponente. Não foque apenas nas suas possíveis jogadas, preveja as melhores jogadas que seu oponente pode usar contra você.

Oh e mais uma coisa! Nunca desista, nunca se renda. Porque você nunca sabe se pode dar aquela volta por cima incrível da beira da derrota.”

Artigo traduzido e adaptado pela nossa querida Lauren “FMLaah” Ferreira

Fonte: HearthstonePlayers

  • Renan Paiva

    incrivel seu trabalho pelo jogo, marduk! Belo post!

    • http://marduktv.com.br/ Lucas Marduk Rampinelli

      Crescendo juntos! 😀

      • uemerson

        Lucas Marduk Rampinelli, maninho vc pode me dar umas dicas de jogo dea mage, gostaria de melhorar meu jogo nao passo do rank 17…..pode ser outra classe é que curto o mage saca?

  • Luiz Guilherme Silva

    Ótimo post, feliz de ver HS sendo levado a sério no Brasil

  • Vinicius Tanaka

    O nome do cara é pabzi?

    • http://marduktv.com.br/ Lucas Marduk Rampinelli

      sim

  • Jullian Anderson

    Vivo nos EUA e jogo HS a serio todos os dias, mas devo dar o credito a esse website, nao vi nada comparado com a qualidade das paginas e o conteudo por aqui, nem mesmo o site do Brian Kimbler. Excelente trabalho. podem contar com minha ajuda para o que precisarem. Abracos.

    • http://marduktv.com.br/ Lucas Marduk Rampinelli

      Obrigado Jullian, e pode acreditar que ainda cresceremos muito JUNTOS!

  • oani00

    Devo dizer que esse foi o melhor artigo direcionado á iniciantes que ja vi. Resume com uma boa escrita varios conteúdos que cacei nesse ano de HS. Muito bom o trabalho, Marduk mandando bem como sempre!

  • Kurma

    Sou caçador controle =P

  • Lucas Lima

    Texto simplesmente incrível!!! Muito bom mesmo para esclarecer alguns fatores e dinâmicas do jogo!
    Parabéns aos envolvidos!

    Obs: 3º parágrafo da Introdução: “O problema não é você ou o Hearthstone, é eles.” o correto seria “O problema não é você ou o Hearthstone, são eles.”

  • Denis Vieira

    belo post galera

  • Fred Fernandes

    Nossa Marduk muito obrigado!! Eu jogo HS há um certo tempo, porém comecei a querer um aproveitamento maior do que mera diversão há bem pouco tempo. Eu sempre lia, principalmente na Way to Pro esses 3 termos (aggro, midrange e control) e eu NUNCA entendia do que se tratava e fica totalmente perdido! Esse artigo me ajudou MUITO!! inclusive deu um bom incentivo para revisar os meus decks!! Parabéns!!

  • uemerson

    ola boa noite meu id é uemesupremo#1451 não jogo a muito tempo mais sou apaixonado pelo jogo quem puder me add e posterior passar algumas dicas fico grato