HEARTHSTONEA importância da análise da winrate para alcançar o lendário.

Luiz Miguel 10 de setembro de 2017

Não há, de forma prática e simplificada na internet, postagens sobre a análise de winrate e suas funções para planejar a subida no modo ranqueado, então vou aproveitar a oportunidade para falar um pouco aqui sobre esse assunto. A intenção é ajudar players a planejarem melhor sua campanha e terem sucesso sem esforço demasiado ou desnecessário. A primeira coisa que o jogador de Hearthstone com o intuito de subir na ladder deve fazer é: se municiar de ferramentas que auxiliem na análise estatística de suas partidas, para tanto, recomendo o app Deck Tracker que é um parceiro da MKTV (https://hsdecktracker.net/), infelizmente indisponível para players que joguem apenas pelo celular. Se você faz parte desse grupo, anotações manuais e bastante dedicação podem dar conta. Uma vez instalado o aplicativo, o player poderá ativar diversos indicadores estatísticos, como cálculo de dano total do board – seu e do oponente –, contagem de feitiços (para cartas como Yogg Saron), marcadores para evolução dos lacaios de Jade etc., mas principalmente a winrate do seu deck e a winrate versus as demais classes. A winrate sempre estará acima dos cards do seu deck para ser visualizada e fornecerá informações acerca dos melhores e piores matchups para o seu deck.

Mas pra que serve, afinal, a análise de winrate? Como ela se define pela relação média entre derrotas e vitórias, expressa em percentagem, é possível que você calcule o potencial de vitórias que terá em um tempo suficiente de jogadas. Tomarei como exemplo o rank lenda que alcancei em Junho de 2017. Jogando de Burn Mage, e com uma winrate de 64% (+ de 100 jogos computados pelo aplicativo), pude concluir que se jogar 10 partidas, potencialmente vencerei 6 e perderei 4, tendo assim um acúmulo de 2 estrelas no rank (6-4).
Mas estatística não funciona com rigor desta maneira, não é verdade? Então é possível que você atravesse momentos de derrotas sucessivas ou vitórias sucessivas – o que não significa que sua winrate é melhor ou pior.

É como jogar uma moeda e calcular cara-e-coroa (50%): pode ser que você atire-a para cima e dê coroa 6 vezes, e depois dê 6 caras em sequência. A chance é pequena, é verdade, mas acontece. E isso também ocorre com as partidas de Hearthstone. Então é necessário ter uma boa amostragem de jogos, pelo menos uns 50, para que se obtenha uma winrate estável. Só assim poderá ser aplicada no longo prazo. Outra dica importante é não desistir de decks que acumulem 4 ou 5 derrotas seguidas, assim como não achar seu deck perfeito caso vença 5 ou 6 partidas consecutivas.

Uma vez que você alcance o rank 5, é possível projetar, com base na sua winrate, quantos jogos você deverá jogar para poder chegar ao rank lenda. E o cálculo para isso é simples: p = e/(2w-1), sendo p = número de partidas, e = estrelas necessárias para chegar, w = winrate.

Continuando meu exemplo prático, possuía 0 estrelas no rank 4 no momento em que fiz o cálculo, dessa forma, precisava ganhar 21 estrelas para chegar ao rank lenda. Como meu deck apresentava 64% de winrate, a equação se dava da seguinte forma:

P = 21/(2*0,64-1)
P = 21/(1,28-1)
P = 21/(0,28)
P = 75.
Ou seja, com aproximadamente 75 partidas eu chegaria ao rank lenda, desde que a winrate se mantivesse a mesma. Para fazer a prova real é fácil: se minha winrate é 64%, com 75 partidas terei ganho 48 partidas e perdido 27.
48-27 = 21, o saldo positivo de estrelas necessárias para extrapolar o rank 1 e chegar ao sonhado status lendário.

Sendo, então, 75 partidas necessárias para alcançar o rank lenda, numa média de 10 min a partida (o Deck Tracker também traz essa informação pra você!), eu levaria 750 minutos para alcançar meu objetivo: um total de 12 horas e 30 minutos. Se eu jogar 2h por dia aproximadamente, em 6 dias eu alcançaria o rank lenda.
Por outro lado, a equação demonstra como fica complicado avançar caso sua winrate seja de 55% ou inferior. Neste caso, para conseguir 26 estrelas (considerando que você acabou de chegar ao rank 5), são necessárias 260 partidas! Ou 43 horas de jogo.

Como o Hearthstone fornece estrelas-bônus até o rank 5, o jogador consegue alcançar mais rapidamente esse patamar mesmo com winrates mais baixas (na ordem de 55-60%), porém, a frustração é recorrente ao ter que avançar do 5 ao lenda sem o auxílio das estrelas-bônus; e muitos jogadores não entendem o porquê. A razão é simples: com uma winrate baixa, a sensação de avanço é pequena ou até mesmo nula; ganha-se e perde-se sem acumular estrelas suficientes; o incômodo causado pelo insucesso acaba gerando missplays e falta de paciência para planejar jogadas. Aliás, cabe ressaltar que com decks menos efetivos, isto é, com winrates menores do que 60%, paciência é palavra-chave absoluta caso queira se chegar ao rank Lenda sem trocar de deck.

Por sua vez, o fato de a estrela-bônus existir garante um sucesso estatístico muito maior nos ranks que antecedem o 5º. Por exemplo, com 64% de winrate em 75 partidas do rank 4 em diante, é possível conseguir 21 estrelas, mas com a mesma winrate e o mesmo número de partidas, dessa vez do rank 15 ao 5, obtém-se 40 estrelas. Uma diferença super relevante de 19 estrelas. Por essa razão, fica “invisível” nesse período o quanto a sua winrate pode ser inadequada para alcançar o rank lenda com tranquilidade.Nesse sentido, convém também consultar sites como o http://metastats.net/, onde há farta estatística de decks e suas winrates, assim como arquétipos de classes. Especificamente neste site você poderá encontrar, inclusive, análises estatísticas por segmento do ranqueado. É notório que alguns decks possuam melhores winrates do rank 10 ao 5, perdendo força do 5 ao lenda. Dessa forma, ter mais de um deck competitivo e alternar entre eles em momentos específicos da ladder pode significar, igualmente, maior sucesso.

Para finalizar, fica claro no gráfico abaixo como a winrate mínima para alcançar o lenda, sem um esforço absurdo, é de uns 60% (125 partidas), todavia, não faz muita diferença ser entre 65% (83 partidas) e 70% (63 partidas). Quanto mais alta e consolidada for sua winrate, mais difícil será deixá-la ainda maior, portanto, alcançar níveis acima de 65% pode se mostrar tarefa bastante difícil. Players mais experientes, com mais cartas lendárias disponíveis e com bom senso para realizar pequenas alterações em seus decks, a fim de adequá-lo contra os principais matchups do rank que se está disputando, poderão, sim, melhorar suas winrates de forma significativa, especialmente se ela estiver num patamar menor (de 55% a 60%).


Gostou do artigo? Faça uma pequena doação! Saiba que esse artigo é um conteúdo voluntário e qualquer quantia por menor que seja já nos ajuda!


Em caso de doação o nome e a foto do doador será postado na aba Doações.

Lucas Sonda

Fã incondicional de cardgames e escrita, jogou Magic The Gathering por mais de uma década e Hearthstone desde meados de 2015. Sonha ainda com um meta que honre a verdadeira força da Valira e Rexxar, enquanto segue buscando os heróis dourados não alcançados. Aproveita enfim a oportunidade, e o desafio, de unir a paixão pela escrita e pelos cardgames pra produzir conteúdo e gerar debates interessantes.

  • Willian Marques

    Ótimo artigo, parabéns!

  • Allan Cassio

    Quais as recompensas possíveis do rank lendário ? E valew pelo artigo

    • http://www.youtube.com/SuperUai SuperUai

      3 cartas comuns douradas, 1 épica dourada e o verso de carta da temporada.

      • Allan Cassio

        Agradeço pela atenção vlw. Quem sabe esse mês eu não esforço pra sair do 13 kk vlw msm

  • http://www.youtube.com/SuperUai SuperUai

    Bela estreia!!! Seja muito bem vindo!

  • Felipe Siqueira

    Só fazendo um adendo , para o celular temos o ARCANE TRACKER que também mede a winrate

  • Gabriel Gobbi de Lourensi

    Ótimo artigo!