HEARTHSTONEBomba no HGG 2018: China Taipei é desclassificada e Singapura avança para o Top 8

Vander Rodrigues 5 de outubro de 2018

Uma das favoritas a vencer o Hearthstone Global Games foi eliminada na madrugada de hoje: A China Taipei, que conta com jogadores respeitados na cena competitiva, entre eles o atual campeão mundial Tom60229, foi desclassificada pela Blizzard por trapaça. Tudo começou quando reall publicou um vídeo no Youtube com um trecho de uma das partidas contra Singapura.

Em certo ponto, o time fez uma jogada arriscada, colocando 4 lacaios na mesa (sendo 3 deles grandes), ignorando o risco de um deles ser roubado pelo Técnico de Controle Mental. reall questionou a escolha, lembrando da presença de um técnico no deck dos oponentes.


 

Foi aí que a situação ficou no mínimo estranha: ahqShaxy afirmou que a carta havia sido descartada pelo Rastreamento. reall perguntou como ele sabia disso, e ahqRoger e ahqShaxy afirmaram que Roger havia visto isso, com o que foi chamado de “Visão Dinâmica”.

Ao analisar esse vídeo, a Blizzard chegou a conclusão de que o time estava usando a transmissão do campeonato, que tem um delay de alguns minutos, para obter informação e tirar vantagem de situações como essa, quebrando uma das regras do torneio. Com isso, a equipe foi desqualificada e a vaga do Top 8 foi para Singapura.

Pelo vídeo, fica claro que Tom60229 e reall não estavam assistindo a stream, mas o mesmo não pode ser dito dos outros colegas de equipe. É uma situação lamentável e que deve ser usada como exemplo para a Blizzard buscar outros métodos que evitem que essa situação se repita. A equipe foi pega após o upload de um vídeo, mas quantos times não fizeram a mesma coisa sem punição por não terem sido descobertos?


Gostou do artigo? Faça uma pequena doação! Saiba que esse artigo é um conteúdo voluntário e qualquer quantia por menor que seja já nos ajuda!


Em caso de doação o nome e a foto do doador será postado na aba Doações

Vander “VLasers” Rodrigues

Paranaense, corintiano e jogador de Hearthstone desde 2016. Apaixonado por decks combo e controle (de preferência os mais esquisitos como o Sacerdote Miracle), e craftador profissional de cartas consideradas ruins, como a Alma Dragônica (que talvez seja ruim mesmo) e o Mecha’thun. Redator da MardukTV e sex symbol nas horas vagas.

  • Marcelo Lima da Silva

    Matéria bacana. Só faltou um link de um clip ou o vídeo da partida inteira com o time da trapaça na legenda.