HEARTHSTONERetrospectiva Ano do Mamute – Bruxo

SuperUai 13 de abril de 2018

Olá, queridas e queridos! Dando continuidade à nossa retrospectiva do Ano do Mamute, chegamos ao Bruxo! Faz sentido, né? Falamos dos dois primeiros líderes da nova Horda, nada mais justo que falar do primeiro líder da Horda, ou pelo menos o cara que deu a ideia de fazer a Horda. Vamos falar da classe do temível e inescrupuloso Gul’dan e também da fofíssima Nemsis!

Ano do Kraken

O Bruxo teve um ótimo Ano do Kraken, nunca ficando abaixo de Tier 2. O Bruxo Controle ou Handlock sumiu nesse período, mas o Bruxo Zoo… maaaaaano! Que estrago que ele fez! O Bruxo Zoo estava ótimo o ano todo! Cartas como Conselheiro da Vila Sombria, Literata da Vila Sombria e Diabrete de Malquezaar em combinação com as antigas estrelas Demonarca, Leeroy Jenkins, Diabrete das Chamas e o saudoso Poder Esmagador, fizeram o Bruxo Zoo estar sempre entra os melhores decks.

No último quadrimestre, Bruxo Reno finalmente conseguiu funcionar legal e foi um dos decks mais jogados da história do Bruxo. Era um deck muito forte e que conseguia vencer os piratas se jogasse um Reno Jackson no turno 6.

Ano do Mamute – Padrão

Assim como os outros líderes da Horda, o Bruxo chegou com tudo no Ano do Mamute, mas com a rotação do Reno Jackson e falta de curas consistentes, o Bruxo Controle acabou sumindo do jogo e o Bruxo Zoo, mesmo não perdendo cartas, não conseguia se manter bem contra decks como Paladino Murloc e Xamã Evoluir. Nem mesmo contra decks mais lentos como o Guerreiro Missão ou o Ladino Missão, o Zoo conseguia colocar pressão o suficiente ou não conseguia finalizar pela falta de explosão de dano ou alcance. O maior culpado disso: a promoção do Hall da Fama do Poder Esmagador.

Veio o inverno dos Cavaleiros e o Bruxo só piorou. Deve ter pego um resfriado tão forte, que sumiu do jogo! O único maluco que eu via jogando, era um tal de SuperUai que cismou que o Handlock era jogável. Okay, não era jogável, mas era divertidíssimo! Principalmente jogar Profanar e ver a mesa ficar limpa de forma épica. Foi uma época legal de jogar de Handlock.

Com a chegada de Kobolds, o Bruxo finalmente voltou a ver o topo da pirâmide dos decks! Eis que hoje o Bruxo possui não um deck no Tier 1, mas sim DOIS! Um Bruxo Controle e o Bruxo Cubo. O Bruxo ganhou uma arma lendária (Caveira dos Man'ari) que muitos consideraram horrível, mas que acabou por calar os jogadores e fazer gente pedir pra nerfar a arma e o Bruxo se tornou um dos decks favoritos aos bans em campeonatos.

Ano do Mamute – Livre

Foi um bom ano no Livre para o Bruxo. O Bruxo Reno foi Tier 1 no Livre por muito tempo e o Bruxo Zoo também não era fraco. No meio do ano com o ajuste de mecânica da Bruxa do Mar Naga, o Bruxo Gigante se tornou uma verdadeira praga no Livre, um dos decks mais idiotas do jogo desde sua criação. No final do ano, o Bruxo Cubo do Livre é 10 vezes mais forte que no Padrão, o Bruxo Reno conseguiu fechar Rank 1 Lenda em Março e o Bruxo Gigantes continua idiota. O Bruxo chegou no topo e se manteve no topo. O Poder Heroico do Bruxo precisa de um nerf urgente no Livre.

Ano do Mamute – Cartas Destaque

As melhores adições à classe foram:

Caveira dos Man'ari – Se não fosse essa carta, um dos combos mais fortes do jogo não seria possível. Eu jurava que o Demonarca entraria no Hall da Fama por causa dessa carta.

Pacto Sombrio – Um excelente ativador do Lacaio Possuído ou Cubo Carnívoro e um ganho de vida absurdo pelo preço.

Senhor do Caos – 9 manas = 6/18. E provocar. E demônio. E chato de lidar. E volta com N'Zoth, o Corruptor. E também volta com Gul'dan, o Furtassangue. Uma das cartas mais fortes já feita para o Bruxo.

Lacaio Possuído – Esse cara… se eu algum dia falasse que uma carta 2/2 por 5 manas seria forte, eu seria apedrejado em praça pública por muito prozinho do jogo.

Gul'dan, o Furtassangue – Mano, que carta! O melhor Cavaleiro da Morte, com o efeito mais absurdo no Padrão e no Livre.

Profanar – Falo com tranquilidade: A carta mais bem-feita do Hearthstone. Poderia fazer um artigo só pra ela, só para falar como essa carta é MUITO bem-feita.

Ano do Corvo – Perdas

A única coisa que vai sentir as perdas é o Zoo, mas esse cara não existe faz tempo mesmo, então meh!

Conselheiro da Vila Sombria – Uma das cartas mais fortes já feitas na curva 3. Se o Zoo hoje não existe com essa carta valendo, tenho lá minhas dúvidas sobre a viabilidade do mesmo quando o Conselheiro sair.

Diabrete de Malquezaar – Se o Bruxo Missão não existiu enquanto o Diabrete valeu, DUVIDO que ele apareça sem o Diabrete.

Kazakus – A pior carta já feita pela Blizzard. Vai tarde. Devia nem existir.

Ano do Corvo – O que esperar

O Bruxo Controle e o Bruxo Cubo perderão absolutamente NADA. Podem esperar mais desses caras, pelo menos no primeiro quadrimestre.

Das cartas que saíram para Bruxo até agora, nenhuma revolucionou alguma coisa ou apontou para uma direção diferente no Padrão, na verdade, fez foi piorar a situação, com a Lendária Lorde Godfrey chegando para dar ainda mais força para esses dois arquétipos já dominantes.

No Livre, a outra Lendária, Glinda Pele de Corvo, já está virando a sensação do Livre, principalmente com a reversão do nerf do Gigante Derretido, é mais uma ótima opção para o Bruxo Gigante.

Finalizando

Esta foi a retrospectiva de um dos maiores vencedores do Ano do Mamute! Demorou, mas o Bruxo finalmente engatou e o Ano do Corvo está começando bem para ele, ao que tudo indica. No próximo capítulo da série, vamos falar do picolé de chuchu da expansão, aquele que entrou mudo e saiu calado, fez mal a ninguém. Quem será?

Vou aproveitar aqui e ostentar a minha Nemsis Necrochispa: Eu consegui ela no Fireside da BlizzCon. Só isso que eu queria comentar.

Feras, sintam-se à vontade de complementar o artigo nos comentários! Adoro ver o que vocês têm a adicionar. Faltou alguma perda? Faltou alguma carta ótima? Qual a sua análise? Comenta ae, vamos conversar!


Gostou do artigo? Faça uma pequena doação! Saiba que esse artigo é um conteúdo voluntário e qualquer quantia por menor que seja já nos ajuda!


Em caso de doação o nome e a foto do doador será postado na aba Doações.

SuperUaisuperuai

Pai de dois futuros lenda, arranja tempo pra jogar entre uma troca de fralda e hora do papá. Sonha em voltar com os vídeos do canal, mas você pode acompanha-lo pelo Facebook ou pelo Twitter.

  • Marcos Breno Silva

    Ótimo artigo!

  • Gustavo

    Aposto no rexxar pro proximo artigo

  • Guilherme Lenz

    no koft o zoolock ainda viu tier 2