Etapas Essenciais Para Planejar a Construção de Uma Casa

0

Ter uma casa própria é o sonho de inúmeras pessoas e, para isso, há basicamente dois caminhos a se seguir: comprar uma residência pronta ou construí-la do zero.

 

Claro que cada uma tem suas vantagens e desvantagens, por isso é importante que você avalie bem essa questão antes de tomar uma decisão!

 

Agora se você já fez isso e já decidiu que quer construir sua casa do zero, do seu jeito, então continue acompanhado o artigo, pois nós temos dicas essenciais para te dar sobre o assunto.

Construção de uma casa: etapas essenciais

Planejamento e definição orçamentária

 

O planejamento de uma obra residencial é o primeiro e principal ponto que você deve levar em consideração, pois é a partir dele que você conseguirá definir e estabelecer questões como: o prazo da obra, os custos, o orçamento, o que você espera de resultado final, etc.

 

Ou seja, é nesta etapa que você fará todo um levantamento a respeito de tudo que envolve a construção da sua casa. 

 

E nesse levantamento, defina o seu limite orçamentário, isto é, quanto será gasto na construção da casa. RS 100 mil? R$ 200 mil? Ou mais?

 

Tenha todas essas questões bem estabelecidas e alinhadas e, dessa forma, você evitará muitos gastos adicionais, imprevistos ou surpresas desagradáveis no final.

Escolha do terreno

 

Após ter feito um planejamento detalhado (e realista) da obra, é hora de escolher o local onde a casa será construída, isto é, o terreno.

 

Nesta etapa, fique atento à questões como localização, qualidade do solo, se há desníveis no terreno, qual é a área permitida para construção e claro, o preço, afinal, ele precisa estar dentro do que você definiu em seu planejamento.

 

Assim, você conseguirá comprar um terreno que não ultrapasse o seu orçamento e que atenda as suas expectativas.

 

E caso você sinta dificuldade ou mesmo insegurança para fazer essa escolha do terreno, procure um arquiteto, pois com certeza ele poderá te ajudar.

Contratação de um profissional de arquitetura

 

Como acabamos de falar, o arquiteto poderá te ajudar na escolha do terreno para construir a sua casa. 

 

No entanto, este profissional também deve ser contratado para desenvolver o projeto da sua casa. Inclusive, isso uma exigência da nossa legislação.

 

Ou seja, você precisa contratar um arquiteto para realizar o acompanhamento técnico durante toda a construção de sua residência.

Contratação de um engenheiro

 

Outro profissional que deve ser contratado para a sua obra é o engenheiro. Isso porque, ele será responsável pela parte estrutural da construção e fará todos os cálculos e avaliações necessárias para que não haja nenhum problema referente à obra.

Contratação de mão de obra qualificada

 

Além do arquiteto e do engenheiro, você precisará contratar outros profissionais como: pedreiros, serventes, pintores, encanadores, gesseiros, etc.

 

E para isso, você deverá fazer uma boa pesquisa, buscar referências e indicações, e avaliar portfólios para escolher aqueles profissionais que possuem, de fato, mão de obra qualificada para o serviço.

Compra de materiais

 

Agora que você já está ciente das etapas de planejamento, escolha do terreno e da contratação de profissionais, é hora de comprar os materiais necessários para obra, afinal de contas, sem eles, não tem como a sua casa sair do papel.

 

Portanto, você terá que comprar: argamassa, blocos de concreto, tijolos, cimento, areia, pedras, vergalhões, pregos, entre muitos outros, claro, seguindo o que foi estabelecido pelo arquiteto e engenheiro.

 

Além do mais, você deve comprar materiais específicos que escolheu em seu planejamento. Por exemplo, se você quer que a cobertura da sua garagem seja feita com telha de zinco, não deixe de comprá-la também.

 

E claro, faça pesquisas e levante orçamentos para conseguir bons negócios. Tome cuidado para não “economizar demais” e comprar materiais de baixa qualidade. Lembre-se: é a sua casa, o local onde você irá viver durante anos. 

Documentação

 

Para construir a sua casa, isto é, conseguir a formalização e aprovação do projeto, você precisa cumprir com as obrigações jurídicas.

 

Portanto, é de suma importância que você se atente a essas questões mais burocráticas, obtenha os alvarás e licenças necessárias e realize os pagamentos referentes às taxas legais.

 

Veja com atenção toda essa questão de documentação.

Cronograma

 

Depois de resolver essas questões mais burocráticas, você deve, junto com os profissionais envolvidos na obra, definir um cronograma, ou seja, quando serão feitas as etapas de fundação, alvenaria, laje e telhado, elétrica e hidráulica, e acabamento.

Segurança na obra

 

Após ter todos esses pontos acima bem definidos e alinhados, é hora de “colocar a mão na massa” de fato. 

 

E para que tudo ocorra bem e sem riscos e acidentes, é importante que haja todo um cuidado com a segurança dos trabalhadores e sua também.

 

Por isso, é fundamental seguir as normas de segurança, ter EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e EPCs (Equipamento de Proteção Coletiva) adequados, providenciar andaimes, tapumes, etc., e estabelecer um local adequado para o armazenamento de ferramentas e materiais.

 

Dessa forma, a construção da sua casa será muito melhor, mais segurança e organizada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.