Marketing de conteúdo: saiba como alavancar seu negócio

O marketing e a publicidade sempre foram importantes para a fundação e expansão de uma empresa. Com o advento da internet e aumento da concorrência, isso se tornou ainda mais verdadeiro, especialmente quando falamos em marketing de conteúdo.

Embora a ideia de gerar conteúdos de qualidade, como modo de atrair clientes e mantê-los satisfeitos em relação à experiência com a marca, não seja exatamente nova, é graças ao marketing digital que ela tem se disseminado incrivelmente.

De fato, não importa o tamanho do seu negócio. Pode se tratar de uma empresa pequena, média ou até de uma grande corporação internacional; hoje todos têm acesso às principais ferramentas de marketing da esfera digital.

Essa democratização dos meios de comunicação obviamente é positiva. Porém, com ela vem uma necessidade nunca vista de manter-se informado, bem como de precisar inovar e criar diferenciais de maneira quase incessante.

Sendo assim, se você não quer ficar de fora do que há de mais importante a respeito do marketing de conteúdo, que por sua vez é uma das estratégias mais importantes da atualidade, siga adiante na leitura.

Qual o cenário mais amplo do Marketing de Conteúdo?

Como vimos acima, a internet é responsável por uma democratização incrível em termos de compartilhamento e acesso a todo tipo de informação, inclusive publicitária.

Por um lado, isso permite que um microempreendedor se posicione nos motores de busca com a mesma evidência de uma indústria. 

Por exemplo, aparecendo ali com a palavra-chave “portão automático basculante preço”, ao lado da maior marca da área.

Por outro lado, o público também se fortalece de modo incomparável. Tanto que antes as pessoas eram bombardeadas por propagandas apelativas, na televisão, no rádio, na comunicação urbana, e daí por diante.

Mas, hoje as marcas sabem que seu público-alvo faz sua própria programação, assiste o que quer, na hora que quer. Lê somente o que gosta e na plataforma que achar mais conveniente, que, normalmente, é a mobile.

Isso que vale para usuários finais de produtos populares, vale igualmente para soluções mais técnicas e nichadas. Se um profissional precisa de limpeza pós obra SP, dificilmente ele irá procurar algo em algum catálogo impresso da região. Na verdade, ele recorre à internet.

É na esteira dessas transformações comerciais e culturais que o marketing de conteúdo se insere. Sua missão é compreender a fundo os gostos, desejos e expectativas dessa nova geração de consumidores digitais.

As modalidades que ajudam a alavancar um negócio

Também chamado content marketing, no país de onde vêm suas principais inovações e conceitos basilares (os EUA), o marketing de conteúdo abrange vários métodos e estratégias diferentes.

De fato, ele remete, mais ou menos, à “tendência da atualidade”. Porém, para ser colocado em prática, conta com outras frentes mais práticas e menos teóricas. 

Também por isso, é comum ele ser associado ao inbound marketing, embora seja mais abrangente que ele.

De modo geral, o content marketing pode se traduzir nas seguintes estratégias:

  • E-mail marketing;
  • Newsletters;
  • Blogs e vlogs;
  • SEO (otimização);
  • E daí por diante.

Todas essas são formas incríveis de alavancar qualquer negócio. Em todos esses casos, o foco inicial será sempre o de primeiro atrair visitantes, depois convertê-los em leads.

Hoje, um material bom e gratuito sobre câmara fria industrial pode atrair muito mais profissionais e técnicos que precisam desse tipo de solução, do que propagandas focadas em promoções malucas e prazos incríveis.

Depois de converter o público em leads e alimentá-lo com mais material de qualidade, aí é que surgem os outros dois movimentos típicos do content marketing: primeiro, o esforço de gerar a venda, trazendo o lead para o caso e tornando-o um cliente.

Evidentemente, uma pessoa que comprou um motor de passo com você, ou que solicitou uma manutenção de servo motor, precisará de mais soluções dessa área. Aí é que vem o último passo: fidelizar o cliente e torná-lo um fã e defensor da sua marca.

Ou seja, se após converter o visitante em consumidor você mudar de postura e passar a bombardeá-lo com as técnicas da velha publicidade, deixando de gerar valor para ele por meio de conteúdo valioso, certamente a concorrência que fizer diferente terá a atenção dele.

Como acelerar as etapas do funil de vendas?

Por mais que o mercado e o mundo corporativo enfrentem mudanças diárias, certas verdades nunca mudam. Por exemplo: a empresa/marca precisa estar onde seu cliente está.

Por isso mesmo, hoje a melhor maneira de fortalecer uma marca, atrair clientes e aumentar as vendas no curto, médio e longo prazo, se encontra no universo do marketing de conteúdo.

As newsletters de que falamos acima são um exemplo excelente. Elas existem há muitas décadas, quando ainda eram impressas e despachadas pelos correios, podendo conter novidades que iam de cortadores de grama até motobomba centrífuga e afins.

Hoje, essa modalidade incrível se adaptou e ocorre por meios digitais, por exemplo, os de e-mail marketing.

Como é sabido, o conceito de funil de vendas é essencial nessa área. Segundo ele, existem etapas que caracterizam o processo de conquista de clientes:

  • Primeiro eles são visitantes;
  • Depois se tornam leads;
  • Depois prospects ou suspects;
  • Enfim compradores.

Se após o lead ser alimentado você identifica que se trata de um suspect (apesar do interesse, a pessoa não está no momento de compra), é preciso respeitar. 

Querer “forçar uma venda” não mudará o fato de que ele talvez esteja sem tempo ou sem dinheiro, etc.

Já os prospects são aqueles contatos que demonstraram disponibilidade e interesse total. Assim, é a hora de colocar o time de vendas na jogada, e converter o lead.

Um modo de acelerar a aquisição e conversão de clientes é lançando mão da ajuda da tecnologia. Por exemplo, se o lead vem interagindo com conteúdos sobre flanges da indústria, pode ser que ele não precise de tubulações, que são caras e firmes.

Mas, talvez ele necessite de papelão hidráulico, que são itens utilizados na estancagem de válvulas do setor industrial. Os quais costumam ser substituídos com maior frequência.

Em todo caso, sem a ajuda de um CRM (Customer Relationship Management), que ajuda na gestão do funil de vendas, seria impossível identificar isso.

Avançando para conteúdos de blogs e vlogs

Um dos modos mais eficientes de captar leads e agitar o funil de vendas da sua empresa, alavancando consideravelmente os resultados gerais do seu negócio, é por meio de blogs.

O mais bacana é que para quem já pratica newsletters eles não exigem grandes mudanças. Basta aprofundar alguns materiais já tratados mediante e-mail marketing, e com isso começar a escrever posts e artigos.

Nisso consiste uma das iniciativas que mais geram autoridade para uma empresa. De fato, hoje não basta ter um site institucional, pois este foca apenas na marca e nos produtos, utilizando-se assim da velha linguagem da publicidade.

Ao publicar excelentes artigos sobre cerâmica técnica, por exemplo, a empresa deixa claro o quanto entende sobre fabricação de peças e aplicação de materiais nobres no setor automobilístico, especialmente no nicho de velas e demais peças de motor.

Se o material é bem escrito e gera valor aos seus leitores, tudo isso sem cobrar nada, a empresa acaba atingindo o cerne do inbound e do marketing de conteúdo.

Evoluir para os vlogs também não é difícil: basta adaptar alguns artigos publicados, transformando-os em scripts para vídeos de interação direta com o cliente.

Não é segredo para ninguém como um vídeo, ou mesmo uma imagem, pode atingir o público de maneira muito mais eficiente.

Você sabe qual é a maior vitrine do mundo?

Como vimos, um dos aspectos mais interessantes do marketing de conteúdo é que ele pode ser utilizado por qualquer segmento, formato e tamanho de empresa.

De fato, hoje as maiores vitrines do mundo estão na internet, especialmente nos motores de busca, e não mais na televisão ou nos rádios.

Nesse universo, uma das principais estratégias que uma empresa pode aderir é a do posicionamento nesses buscadores. Trata-se do SEO (Search Engine Optimization), que em tradução direta é a Otimização para Mecanismos de Busca.

Essa metodologia permite que um conteúdo gerado em um blog, vlog ou qualquer outro tipo de página possa aparecer para as pessoas certas, na hora certa, a qualquer horário do dia.

Quando falamos pessoas certas, é porque alguém que busca por algo como “massa refratária”, certamente sabe o que está procurando. Assim, o risco do seu esforço de marketing atingir um público desinteressado é bem menor.

Em alguns casos, você pode otimizar a página para ser encontrado com a palavra-chave “massa refratária preço”, por exemplo, ou ainda: “massa refratária onde comprar”. Atingindo com isso uma assertividade que nenhuma outra estratégia de marketing poderia conseguir.

O que vimos acima, portanto, são os modos mais eficientes de alavancar um negócio por meio das estratégias de marketing de conteúdo. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *