Justicar Veras Review – Novos Poderes Heroicos

Olá viajantes! Vamos dar uma olhadinha na opinião de alguns dos jogadores competitivos brasileiros em relação a esta nova carta que promete mudar da água pro vinho o meta do Hearthstone.

 Thiago “Coglorin” Pontes

Justicar Veras: Digamos que essa carta é no minimo interessante. Um corpo fraco para a curva 6, que pode ser respondido facilmente, porém, com uma habilidade que te permite tirar muito valor na partida. Sua curva de mana é repleta de cartas boas, fora as que virão com a expansão, sendo assim um dos problemas maiores será o que tirar para botar essa carta.

Essa carta é uma das com mais possibilidades no jogo. Por se tratar de interagir com o poder heroico e tendo 9 poderes heroicos, se torna uma carta com um grande potencial. De cara vemos que ela torna alguns poderes heroicos muito fortes e outros nem tão bons. Sendo os mais fortes o de sacerdote e paladino e os mais fracos os de xamã e de bruxo. Resta saber agora quais tipos de classes vão ter maior interação com o poder heroico e quais poderes heroicos buffados compensam seu uso solo.

 Cesar “LegolaS” Pereira

Justicar Veras: Uma carta extremamente importante não somente por ser boa ou ruim, mas pelo impacto que vai ter no hearthstone com a nova mecânica de Inspirar.

Obviamente é difícil estabelecer o poder de uma carta antes de ver o kit completo, mas, já podemos ver que com a possibilidade de utilizar o poder heroico mais de uma vez em um turno, habilidades como curar 4 de vida (e causar 4 de dano com uma auchenai por ex), dar 2 de dano direcionável, ou invocar 2 totens 1/1 pode modificar completamente o resultado de algumas matches que antes eram ruins para estas classes e vice versa.

Acredito que essa carta jogará com certeza em vários decks, no nosso meta diria que jogaria imediatamente em algumas variações de sacerdote, paladino e mago, com as cartas novas e a nova mecânica posso acrescentar xama e ladino como possibilidades também, nas outras classes acredito que o impacto do novo poder heroico não seja justificável para utilizar o card.

 Lucas “Neves” Figueredo

Justicar Veras: Até agora a carta mais polêmica da expansão, primeiro vamos analisar a carta fora de contexto, 6 manas, 6/3 que melhora seu poder heroico, ela tem um corpo que soma 9 de poder(vida + ataque), o que é equivalente a uma carta custo 4, então você está pagando 2 manas pelo seu grito de guerra, sendo assim você tem que pensar quantas vezes você precisaria usar o poder heroico para ela compensar essas duas manas investidas.

Dando um exemplo, o druida ganha +1 de armadura e +1 de ataque por poder heroico, a garra te da 2 de armadura e 2 de ataque e custa 1, então você teria que dar 4 poderes heroicos para compensar essa mana.

Analisando classe por classe rapidamente, o caçador e o bruxo não vão nem chegar perto dessa carta pq não ajudam eles em nada ao meu ver, o guerreiro e o sacerdote duplicam seu poder heroico, oque é muito bom para eles em matches longas, principalmente para o sacerdote que consegue combinar essa mudança com a auchenai ou com o velen e gerar um valor absurdo, o xama muitas pessoas entraram na hype de escolher o totem mas esqueceram de um detalhe, você continua ganhando um totem, o totem não é melhor que o do poder heroico normal, em algumas situações não faz diferença qual totem você pegar e nesses casos o valor desse grito de guerra é zero.

No paladino eu acredito que seja aonde ela tem o maior potencial, principalmente em um paladino controle, porque diferente do xama ele está ganhando mais lacaios do que antes e a passiva dele já faz ele ganhar a partida contra sacerdote e guerreiro control colocando um minion por turno e essas classes não conseguem tirar com os poderes heroicos delas, colocando dois vai sobre carregar demais essas classes em partidas que cheguem na fadiga por exemplo.

O druida eu não acredito que ela vai ver jogo simplesmente porque o druida NUNCA quer dar poder heroico, ele quer jogar lacaio grande atrás de lacaio grande na curva perder dois de mana dando poder heroico mesmo esse sendo melhorado não é o que a classe quer fazer.

No mago é interessante, hoje já estamos vendo algumas versões de mago controle sendo jogado e essa carta pode entrar nesse arquétipo, porém ela tem uma anti-sinergia muito forte com o duplicar o que pode atrapalhar ela nesse deck.

E a classe que falta é o rogue, que com certeza é a mais díficil de prever porque sempre pode entrar mais interações com armas e ter uma arma 2/2 nessas situações pode acabar sendo muito bom, hoje acho que seria ruim no rogue mas com novas cartas que combem com armas seria muito bom.

Outra coisa que precisa ser levado em conta é a concorrência dela, nas classes que ela é forte também são as classes que ela tem mais concorrência.

No Sacerdote ela vai disputar a curva com cartas como Sacerdotisa do Conluio e sylvannas que hoje são cores em qualquer deck de sacerdote, no Paladino ela não tem dificuldade nenhuma de entrar porque ele não tem uma curva 6 definida porém tem um flood na 5 e essa carta pode consertar essa curva muito bem.

No Guerreiro tem a dama escudeira que as duas parecem fazer mais ou menos a mesma função, em uma partida longa a justicar vai gerar MUITO mais armadura do que a Dama Escudeira, porém a mesma tem um valor imediato maior o que é essencial para ganhar matchups midranges junto com o Escudada, o xamã tem o fire elemental que é muito forte, porém eu acho totalmente possível usar 3 drops 6 no deck.

Por fim acho que a carta tem um potencial absurdo no paladino e priest, é boa no guerreiro, mago e xamã, ruim no druida, caçador e bruxo, e uma incógnita no rogue porque pode ter muitas sinergias com armas por vir.

 Jairo “ChronoX” Rodrigues

Justicar Veras: Das cartas neutras que já foram divulgadas, essa é a mais interessante da expansão. Porém, creio que essa carta não vai aparecer nos decks feitos para jogar na Ladder.

Analisando o seu custo, 6 manas é um custo bastante elevado para um lacaio 6/3, provavelmente você terá um turno bem fraco quando jogar esse lacaio em campo.

Por outro lado, a carta é interessante pelo seu efeito ser muito bom em algumas classes, mas em um baralho com 30 cartas, é complicado você conseguir espaço para uma carta que dificilmente vá ter impacto imediato no jogo.

Pelo lado dos jogadores de Arena, provavelmente essa carta vai ser “instapick” quando aparecer. Sobre os novos poderes heróicos, o Sacerdote vai ser a classe mais beneficiada. Shaman, Paladino, Mago vão ser beneficiados. Não vai mudar muito para o Druida e o Guerreiro, enquanto Ladino, Bruxo e Caçador vão ser prejudicados com seus novos poderes heroicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *